Páginas

6 de jun de 2012

Dois comercias que acham que a gente é besta

Tristemente muitos comerciais partem do pressuposto de que o clientelespectador é leso, burro, sem memória ou algo desse gênero nada lisonjeiro. Tem dois que andam me irritando deveras.

Um é o do Bradesco com o Washington Olivetto. Se eles criam TODA A IDEIA do comercial em cima da gracinha de fazer vc pensar que o cara certo escolhido pro comercial foi o Olivetto, e no final não foi, mas sim o gerente do Bradesco, digam-me, por favor: POR QUE NÃO COLOCARAM UM GERENTE DE VERDADE??



O ator de comerciais em questão (procurei que só o nome dele, não achei) está no ar em DOIS outros comerciais! Eles pensam que a gente é cego?

Brahma:



Tigre:

Esses dois aí estão no ar agora, gente, passa toda hora. Na minha opinião isso esvazia totalmente o argumento do comercial da Bradesco, acaba com a credibilidade do filme! O que custava? Se o Aguilera faz comercial pra Big Ben e aquele velhinho lá fazia pra Ultrafarma, porque não colocar um gerente do Bradesco de verdade??

Dois comerciais com o mesmo ator, um pouco mais antigos.

Bic:

Devassa:


 O outro comercial que eu queria comentar pretende elevar o brasileiro diante dos argentinos, mas acaba por mostrar que acredita piamente na máxima de que brasileiro não tem memória. Pois bem, eu tenho.


"Havaianas com bandeira da Argentina? hahahahaha!"

Haha, seu pateta, Havaianas com bandeira da Argentina sim senhor, há apenas dois anos.


A Argentina, como muitas outras seleções, ganhou suas próprias Havaianas em 2010, na ocasião da Copa do Mundo. Eu tenho França e Portugal dessa coleção (eu já tinha do Brasil, mas não da Copa).

Pra gastar neurônio e dinheiro fazendo esses comerciais era melhor pagar uns homens-sanduíche pro Bradesco e pras Havaianas...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

tá com você!