Páginas

6 de jan de 2014

Luxo e necessidade

Eu fico realmente impressionada (e entristecida, e preocupada, e chocada) com a dificuldade que certas pessoas têm de diferenciar luxo e necessidade. Achar que a cidade tá o cão de quente e sonhar com um ar-condicionado central na sua sala, meu amor, todo mundo, né? Mas daí a achar que é item de primeira necessidade, achar que não dá pra viver sem carro, sem ar-condicionado, que é PRECISO trocar o seu iPhone só porque saiu o novo? Se vc quer e pode trocar, viva, beleza! Se vc quiser me dar um split de presente pra minha sala, serei eternamente grata. Assim q eu puder, o farei eu mesma! Mas juro que sobrevivo com ventilador. Banho é de graça e refresca q é uma beleza.

Juro que já teve gente que me perguntou se as pessoas ainda andavam a pé pros lugares aqui em Belém, porque, porra, é quente demais. Não, meu bem, aqui TODO MUNDO tem carro com ar-condicionado.Vem pra K q nosso PIB é dinamarquês!

E tem realmente MUITA gente que acha que babá e/ou empregada e/ou enfermeira (!!) são NECESSÁRIAS quando se tem um bebê. Gente. Hello, né? Necessário pra ter um bebê é sexo e leite, nessa ordem. Eu não tenho absolutamente nada contra quem contrata toda a ajuda possível, mas convencer-se de que é impossível passar por esse momento sem "enfermeira noturna pelo menos nas duas primeiras semanas" é viver numa realidade tão irreal, num mundinho de tão tão poucas pessoas, que sem perceber você está alijando do seu mundo todo mundo que consegue ter um filho sem essa ajuda extra. Por exemplo, a sua babá, a sua enfermeira noturna, a sua empregada, a sua mãe, a sua avó!

O pior é que geralmente essas pessoas acham admirável que europeias e norte-americanas tenham suas proles sem essas porra tudo. "Não sei como as americanas vivem sem empregada e babá". Ah, sim, porque as brasileiras TODAS têm empregada e babá.

Eu fico sem fala...

É claro que ninguém vai deixar um bebê sozinho em casa, não se trata disso. Se vc trabalha fora (tenho perfeita consciência de que meu caso é um luxo e uma exceção, já que eu e meu marido trabalhamos em casa), vai precisar de um esquema pro seu bebê. Uma babá, uma creche, escolinha, enfim. Mas acreditar que vc não consegue ir ao supermercado ou ao shopping ou viajar sem a babá...Aí, desculpa, vc me preocupa um pouco como mãe. Leve a babá pra onde vc quiser, contrate sua enfermeira noturna e durma todas as noites tranquilas, de boa. Mas, amiga, entenda que isso é LUXO, e não necessidade. Garanto a você que é possível ir ao shopping só vc e seu bebê ou seu filho que já anda, corre e grita aos dois anos e meio feito a pestezinha duzinferno mais adorável. Dá mais trabalho, é óbvio, mas acredite: é possível.

Um comentário:

  1. na mosca! dá trabalho? com certeza. Mas é impossível cuidar de tudo sem ajuda externa? Não.
    Reconheço que também fui privilegiada, pois pude ficar em casa e cuidar das meninas quando elas eram pequenas, e mais tarde passei a trabalhar em casa (além do serviço da casa), e só recentemente tive uma diarista uma vez por semana, o que reconheço que é um luxo. Mas sobrevivemos, e muito bem por sinal. :-)

    ResponderExcluir

tá com você!